Arquivo da tag: caminho do amor

VIVER: MAIS DO QUE DESEMPENHAR PAPÉIS

Quantas vezes entramos em crises de ansiedade ou adoecemos porque, no fundo, não encontramos sentido para a vida que estamos levando ?

Os papéis que desempenhamos na vida, apesar de necessários para a nossa identidade (estar e sobreviver no mundo), estão muito ligados ao processo da ansiedade e das doenças porque, por meio de muitas armadilhas preparadas pelas nossas mentes inquietas e desatentas, esses papéis acabam ocupando um espaço muito maior do que deveriam, dificultando o nosso processo de SER e SERVIR ao nosso espírito e ao mundo, no qual estamos de passagem nesta experiência humana.mulher e tecnologia

Assim, penso que viver é permitir que estímulos agucem a nossa vontade de constatar, reconhecer e praticar os nossos verdadeiros talentos em todas as áreas da nossa vida,  pois nossos verdadeiros talentos são parte daquilo que é permanente dentro de nós, daquilo que SOMOS, da nossa consciência.   Aliás, eles são uma grande arma para lidarmos com o nosso “lado sombra”, ou seja, com nossos defeitos, resistências e dificuldades diante da vida.

Parece que algumas pessoas já nascem mais buscadoras do que outras, no entanto, creio que todos têm um potencial de SER,  têm a possibilidade de se ampliar no decorrer da vida, na medida em que a pessoa reconhece seus condicionamentos culturais, familiares e sociais e tenha interesse em incluir o novo (muitas vezes, desconfortável) em sua vida, para assim descobrir e usar seus talentos, que permitem muito mais evolução do que através do mero desempenho de papéis que, na maioria das vezes, são norteados por expectativas familiares e sócio-políticoespiritualidade2-econômicas-culturais.

Não dá para fugir de priorizar a espiritualidade !  É por meio dela que nos encontramos e, cedo ou tarde, a vontade de buscar a verdade fala mais alto e então podemos encontrar Deus dentro de nós.  Essa energia que, por meio dos nossos talentos, nos leva à ação para realizar aquilo que faz e dá sentido à nossa vida, traz resultados positivos tanto para nós mesmos quanto para os outros ligados a nós.

Jamais desista de viver a sua vida plenamente, indo além dos seus papéis !

Encare todas as constatações (agradáveis e desagradáveis) dentro e fora de você.  E então a vida, por mais difícil que seja, flui e lhe dignifica, abrindo seu campo de possibilidades, inclusive de comunhão com si mesmo e com os outros.

O caminho da cura

“É parte da cura o desejo de ser curado.” – Sêneca

O que é a cura para você? É apenas se livrar de doenças? Pois eu defendo a ideia de que cura é muito mais do que isso! A cura me remete a tudo que envolve aprender com as angústias da experiência humana na Terra, e não só com as doenças.

Na visão da medicina chinesa tradicional, por exemplo, a doença está relacionada a vários sistemas existentes no ser humano, inclusive com a mente e com o espírito.  A doença seria um estado de desequilíbrio que nos força a buscar o equilíbrio.  O próprio sistema imunológico se desenvolveu por causa das doenças, a fim de tornar o nosso organismo cada vez mais sábio para lidar com os fatores que perturbam as condições de sobrevivência em nosso planeta.

7 março 14 020

Como viver melhor nesse planeta?

 

Dentro dessa visão, gosto muito de adotar o conceito de saúde do terapeuta e professor Sergio Areias:  a saúde é “equilíbrio e harmonia em todas as áreas da vida.” A verdadeira medicina, desta forma, é tudo que pode ser feito durante o processo da doença, ou seja, até quando existirem sintomas. Esse processo envolve muita coisa que já aconteceu e está acontecendo que precisa ser reconhecida, conhecida e tratada.  Envolve também a prevenção e identificação das causas que estão na raiz dos distúrbios que levam às doenças. As enfermidades atingem todos os nossos corpos sutis, campos estruturais de bioinformação, que permeiam o funcionamento da vida.

Diante disso, reorganizar o nosso organismo, que constantemente é levado ao desequilíbrio frente às atribulações da  vida num mundo tão conturbado, é nosso desafio diário!  Acreditamos que a reversão do processo da doença começa pelo campo espiritual,  que concentra  os caminhos que cada pessoa pode ou deve passar em sua experiência na Terra, de acordo com as informações contidas em seu espírito.  Por mais difícil que seja compreender que o espírito possa ser uma das causas de uma doença,  o fato é que muitos terapeutas apresentam casos de pacientes  com doenças decorrentes de causas espirituais.

bem-estar

Em busca do caminho do amor

Então, qual é o grande desafio deste trabalho de cura? Entendo que para superarmos as barreiras que existem entre um estilo de vida saudável e os desequilíbrios nos corpos sutis, o fundamental é primeiro escolher o caminho do amor, começando pelo amor próprio e pelo autoconhecimento.  Servir a si próprio, primeiro cuidando de si, para então poder servir ao próximo.  Que a cada dia possamos estabelecer um novo pensar, sentir e agir para nos mantermos no caminho da cura, que é o caminho do amor.