Criando condições de autocura com o uso de Moduladores e Indutores Frequenciais

A partir do momento em que nascemos, enfrentamos problemas que afetam negativamente o nosso organismo, pela ação de agentes estressantes que fazem parte da nossa existência.

Os agentes estressantes são incontáveis e vão desde o próprio “estresse” até outros fatores como excesso de trabalho, preocupações, relacionamentos, intoxicações e poluição. Pensamentos, sentimentos, emoções, busca pela sobrevivência, por status, contaminações eletromagnéticas, parasitárias ou por metais pesados são outros itens dessa lista. Normalmente, somos capazes de fazer um extenso rol dos agentes estressantes da nossa vida bem rápido.

O que eu quero lembrar, entretanto, é que ninguém está 100% livre desse “estresse”. A grande questão é a resposta de cada um de nós a eles, pois o agente estressante é algo que pode romper com o nosso equilíbrio, seja fisicamente e/ou energeticamente. Além disso, sabemos que 10 pessoas podem ser expostas a um mesmo fator estressante e cada uma reage diferente.

Uma outra questão importante é que existe uma grande dificuldade de identificarmos as origens das nossas reações conscientes ou inconscientes e os agentes que estão interferindo em nossa vida, levando aos desiquilíbrios e doenças.

Os efeitos dos agentes estressantes variam de indivíduo para indivíduo, no entanto, é unânime a consequência: eles  prejudicam nosso terreno biológico (o organismo em seu funcionamento) e nossa saúde como um todo, afetando inclusive os corpos mais sutis. Forma-se um campo de energia quântica, que acaba absorvendo bioinformações não adequadas ao bom funcionamento e ao equilíbrio do nosso organismo.

Identificar a origem dos desequilíbrios em nossa vida, em todos os níveis,  é a chave para trilharmos os caminhos de cura.  O quadro de desequilíbrios de um indivíduo é multifatorial e as origens envolvem inúmeros aspectos de nosso ser – desde a nossa consciência até os planos físico, mental, emocional, os corpos mais sutis e o espiritual, conforme citei logo no começo desse post.

Quanticamente, podemos afirmar que “só a consciência pode adoecer”, o que acaba se manifestando em nosso corpo em forma de doenças. Quando trabalhamos com a energia quântica, podemos descobrir as origens dessas alterações que nos prejudicam.

Quando nos limitamos a tratar as consequências das nossas disfunções sem descobrir e cuidar das verdadeiras causas, ficamos vulneráveis, pois tendemos a manter a doença ou, até mesmo, criamos novos problemas para nossa saúde. A grande “sacada” ao adoecermos é nos interessarmos em desvendar as principais causas.

Por incrível que possa parecer, a doença nos convida a acordar, a despertar para novas possibilidades de autoconhecimento. Um convite para percebermos o mundo com outro nível de consciência, nos fortificando espiritualmente e compreendendo o que é essencial para vivermos nossa experiência na Terra.

Graças à física quântica, presente em metodologias de tratamentos de saúde, podemos contar com os modulares e indutores frequenciais, que agem não por ação bioquímica, mas por sua frequência, sua energia vibracional, que é, metaforicamente, “emprestada” para o sistema orgânico das pessoas em desequilíbrio que os usa.

Em outras palavras, esses produtos colaboram para que as origens das doenças sejam descobertas a partir da emissão de vibrações similares àquelas que o organismo da pessoa tinha antes de entrar em desequilíbrio.  Funcionam como “um chamado” para despertar, diante da doença, disfunção ou desequilíbrio, reequilibrando frequências que foram perdidas e criando melhores condições para que o indivíduo se reconecte consigo mesmo, com a vida, com sua autocura.

Em meu trabalho de terapeuta quântica, tenho recomendado os moduladores e indutores frequenciais da Fisioquantic, que agem por ressonância vibratória.  A frequência e a intensidade de uso desses produtos podem influenciar positivamente o tratamento e os processos de cura, contribuindo para o reequilíbrio energético do que está desestabilizado e vibrando em uma frequência não saudável no organismo.

Então, lembre-se de que cuidar da sua saúde envolve muito mais do que tratar sintomas.  Não basta tratar as consequências dos desequilíbrios, mas também rastrear e tratar as suas origens.  Disponha-se a buscar a sua verdade, a ampliação da sua consciência.

Aproveite as informações de qualidade, os terapeutas, profissionais de saúde e médicos habilitados que poderão avaliar você como um todo, não apenas como um corpo físico.  Só assim você poderá escolher e caminhar, conscientemente, no seu legítimo caminho de autocura.

Fontes de pesquisa:

Doze Anos de Experiência (Dr.Marco Rogério Marcondes)

Vade Mecum das Essências Vibracionais (Dra.Rosangela Arnt e Paulo Rogério Arnt)

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s